Voçês já conhecem as rações sem glúten para cães e gatos?

Padrão
Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Estive em um congresso semana passada sobre diversos assuntos da área e percebi na feira que dois stands estavam sendo super visitados; os stands de duas marcas de ração que lançaram rações grain free para cães e gatos. Grain free significa que não tem na sua composição grãos, como trigo e soja, portanto estão livres do glúten, além de não terem conservantes químicos também.

O que eu acho disso? Acho uma ótima proposta, já que sabemos que assim como os humanos, os animais podem desenvolver alergias aos grãos e porque não melhorarmos a alimentação deles, não é?

Uma dessas marcas acrescentou na fórmula vários alimentos, como romã, cenoura, salmão, milho, entre outros alimentos ricos em antioxidantes, o que me atraiu de imediato. Fui lá e peguei umas amostras para usar com os meus bichos, já que tenho cães e gatos. Testei primeiro com os gatos, que tem o paladar mais seletivo e eles simplesmente ficaram alucinados com a ração. Com minhas cachorras não foi diferente. Então, estou prestes a trocar toda a alimentação deles por uma dessas rações grain free, que tem para cães de pequeno, médio e grande porte, como também uma linha completa para gatos.

E vocês? Já experimentaram essas rações? O que acharam?

Conte para mim aqui no blog ou na fan page Isa Casline Veterinária.

Importância da vacina V8 ou V10 ( importada)

Padrão
Foto: webcachorros

Foto: webcachorros

Muitos proprietários sabem que devem vacinar seu cão com a vacina anti-rábica, mas ainda, hoje em dia, com tanta informação disponível, a grande maioria não sabe da grande importância das vacinas V8 ou V10, que imunizam contra diversos tipos de doenças, e na grande maioria delas , doenças graves e de alta mortalidade, como a cinomose.

Porém existem diferenças que devem ser levadas em conta, da V8 ou V10 importada que é também chamada de vacina ética e essas mesmas vacinas de fabricação nacional. Não temos segurança( fato comprovado através da prática clínica) na imunização através de vacinas nacionais, porque já se sabe que não há produção de anticorpos suficientes para proteger o animal , ocorrendo então muitas vezes , a doença nesse animal que foi vacinado com vacina nacional, sendo essas vendidas nos balcões de pet shop ou lojas agropecuárias, enquanto a vacina ética só é dada pelo médico veterinário.

Nos meses frio, temos uma propagação maior de viroses, então se o seu animal não tem essa vacina, a chance dele desenvolver essas doenças é realmente muito grande. Além de viroses que só se restringem ao cão, a vacina também protege contra leptospirose, que pode também afetar o ser humano.

O esquema de vacinação contra essas doenças pode ser iniciado aos 42 dias de vida, após ter feito já a vermifugação, e então serão dadas 3 doses, com intervalos de 21 a 30 dias cada uma e anualmente,por toda a vida do animal, deve ser dada uma dose de V8 ou V10, dando sempre preferência pela vacina ética, dada pelo médico veterinário.

Não deixe seu animal sem essas vacinas, mesmo que ele já esteja idoso(porque animais idosos tendem a ser mais imunodebilitados , sendo mais suscetíveis)mesmo que ele não saia muito de casa, já que vírus se propagam pelo ar, lembrando sempre que a validade de imunização da vacina é de um ano e por isso deve ser feita a revacinação anual.

Qualquer dúvida, entre em contato comigo aqui no blog ou pela fan page Isa Casline Veterinária

Artrite em cães

Padrão
Imagem: Animal: Vida. Fonte: Pet Acus Acupuntura.

Imagem: Animal: Vida. Fonte: Pet Acus Acupuntura.

No frio, além de outras patologias já citadas no blog, temos também essa, que é muito comum em cães com idade já mais avançada. Ela  pode ocorrer em qualquer época do ano, mas é no inverno que a manifestação de dor é mais intensa, geralmente.

Ocorre uma inflamação de uma ou mais articulações , nas regiões de quadril, patelas e até escápulas. O animal começa a sentir dor ao se levantar, subir escadas ou móveis e até no caminhar. Pode ocorrer um inchaço local e febre. Animais obesos podem ser mais acometidos devido ao excesso de peso que as articulações suportam por anos, acarretando assim um maior desgaste, mas a artrite pode ocorrer também em animais já geneticamente predispostos, como cães de grande ou médio porte, ao se tornarem mais idosos.

As articulações se desgastam naturalmente com o tempo, sendo um processo progressivo, por isso importante identificar o quanto antes para que se diminua o progresso da doença.

O diagnóstico é feito basicamente através do exame de raio-x.

Para diminuir as dores e inchaços, existem no mercado antiinflamatórios e analgésicos específicos para esse problema , assim como regeneradores articulares que agem contendo a progressão da artrite. Esses últimos podem e devem ser dados por tempo indeterminado, diminuindo muito as crises agudas de dores nas épocas mais frias. Hoje em dia, também contamos com a prática da acupuntura, que melhora muito os sintomas da doença, sendo altamente recomendada nesses casos, inclusive como tratamento complementar ao tratamento tradicional.

Portanto, assim que perceber que seu cachorro, que já apresenta mais idade, estiver mancando, com dificuldades para se levantar, não demore em procurar o médico veterinário, que saberá dar uma qualidade de vida muito melhor para o seu animal.

Dúvidas? Escreva aqui no blog ou na fan page Isa Casline Veterinária.