Cuidados com seu peludo no verão!

Padrão
Bethoven preparado para o verão!

Bethoven preparado para o verão!

E o calor, enfim, chegou ( para quem gosta, como eu, ótimo)! Mas muita gente sofre bastante nessa época, com mal estar , entre outros males. Agora imagina como sofre seu cão, principalmente os bem peludos, principalmente por não terem um mecanismo de transpiração como nós!

Sim, cães nao tem sudorese; o que eles fazem pra dissipar o calor é ficar ofegante, então para ajudar, temos que tomar algumas medidas e evitar muitas outras.

Deixe sempre água limpa e fresca. No verão é bom sempre aumentar o número de vasilhas, já que eles consomem mais água e alguns cães tendem a se molhar jogando água com as patas. Cuidado com água gelada! Eles podem acabar resfriados.( Colocar alguns cubinhos de gelo é uma boa para resfriar e não gelar a água)

Não passear nos horários de alta temperatura. Extremamente importante , principalmente porque o chão estará pelando nessa hora e ele com certeza terá queimaduras nas patas, além de correr o risco de sofrer uma hipertermia. Passeie no começo da manhã ou começo da noite.

Cuidado com ar condicionado diretamente ligado na cara do bicho ou mesmo ventiladores . Eles podem ser usados com moderação, principalmente para cães de clima frio, como Husky Siberianos, Akitas, São Bernardos, Chow Chow, etcs.

Temperatura dentro do carro. Nem preciso falar que se for viajar com seu cão, prefira horários de menos sol, leve água e faça paradas em lugares com sombra para ele andar um pouco. Mesmo que o carro possua ar condicionado. Em hipótese alguma deixe seu cão esperando dentro do carro fechado, enquanto você vai na esquina, que seja. Isso pode provocar a morte deles por hipertermia.

Cães peludos. Prefira deixar o pelo mais baixo, ou até inteiro tosado. Seu cão agradecerá.

Pulgas e carrapatos costumam aumentar no verão. Procure então manter o antipulgas mensalmente, os banhos semanais ou quinzenais, principalmente para os alérgicos que sofrem mais também com as temperaturas altas.

Dúvidas? Entre em contato através do blog ou pela fan page Isa Casline Veterinária.

Alimentos perigosos aos felinos

Padrão
Fonte: fofuxo.com

Fonte: fofuxo.com

Escrevi há um bom tempo atrás, sobre alimentos que podem fazer mal aos cães e agora resolvi estender o assunto aos felinos, para que possamos sempre estar informados, já que sabemos que muitos donos também gostam de agradar os bichanos com petiscos.

Gatos são animais essencialmente carnívoros, portanto em sua dieta deve conter proteína animal , que é da onde vem a taurina, aminoácido essencial a saúde cardíaca e visão do gato.

As rações balanceadas são as mais indicadas até o momento, por conterem nutrientes em quantidades estudadas e adequadas. Muita gente aderiu a dieta caseira também para os felinos, mas deve-se certificar que todos os nutrientes necessários aos felinos estejam de acordo.

Petiscos como iogurte( que eles adoram) e atum podem ser dados esporadicamente e não farão nenhum mal.

Tome muito cuidado com alimentos temperados com alho e cebola que contem uma substancia que pode causar anemia grave , já que promove a destruição de glóbulos vermelhos, podendo levar o gato à morte.

Gordura animal, que é altamente calórica, também pode ser perigosa, já que pode provocar obesidade, vômitos e diarréia e também pancreatite. Nada de ficar dando gordurinha do bife pro seu gato!

Gatos não são muito chegados a frutas e verduras, mas vai que o seu bichano tem um apetite diferenciado, não è? Nesses casos, evite uva, que assim como nos cães , pode causar lesão renal aguda.

E em relação ao leite? Bom, gatos adultos não possuem mais a lactase para quebrar a lactose que o leite possui, então o leite pode causar também vômitos e diarréias. Já existe no mercado pet várias opções de leite específicos para cães e gatos, então você não precisa dar o que você consome.

Existem também muitos relatos de gatos que podem comer ração de cachorro. Isso não é bom, já que cães e gatos tem necessidades nutricionais diferentes e se o seu gatinho só comer a ração do cachorro, vai ter deficiências graves.

Ração úmida? Sim, ela pode ser dada, de acordo com a idade e necessidade do seu gato, juntamente com a ração seca, mesmo porque ela contribuiu na ingestão de água, o que é muito importante para um gato com problemas urinários, por exemplo. Cuidado só com a validade dela, porque ela estraga muito rápido.

Mais dúvidas? Deixe sua pergunta aqui no blog, ou lá na fan page Isa Casline Veterinária