Sarna demodécica. O que é?

Padrão

 

 

Também conhecida como Demodicose ou pelos antigos como “sarna negra” é uma doença congênita de pele, ou seja, o cão nasce com ela, já que há uma hereditariedade ; se a mãe tem, os filhotes também terão. A doença é causada por um ácaro bem pequeno só visto com microscópio, e que em animais de imunidade mais baixa acaba por se multiplicar sem controle, causando a sarna.

Por isso quando se deseja comprar um filhote é sempre indicado visitar o canil para avaliar condições de higiene do local e ver a mãe dos filhotinhos e outros animais presentes para que você se certifique de que não ha maus tratos daqueles animais. Muitos canis SABEM que suas fêmeas tem a sarna, portanto teriam que ser retiradas da reprodução e castradas, mas simplesmente omitem isso dos compradores.

Os sintomas começam a aparecer cedo nos filhotes , como descamação, perda de pelo, crostas e muitas vezes coceira já que em muitos casos há infecção bacteriana secundária. Foi chamada de sarna negra porque não sendo tratada a pele fica com um aspecto mais escurecido, podendo ter outras doenças concomitantes. Antigamente eu mesma atendia casos da sarna em que o proprietário ouvia dizer que teria que sacrificar o animal. Não gente, isso nunca foi necessário. É uma doença estética que causa muito desconforto aO animal, claro, mas hoje em dia temos opções ótimas de tratamento e mesmo alguns anos atrás já tínhamos, então se vocês ouvirem do vizinho ou parente que um animal que tenha sarna negra deve ser eutanasiado, simplesmente não se importem. Procurem o veterinário ao menor sinal de problema na pele do seu animal.

O diagnóstico é feito com raspados de pele, sendo bem simples e o tratamento consiste em comprimidos que irão suprimir o ácaro, assim como banhos terapêuticos e suplementos para melhorar a imunidade. Ela pode sim voltar, em episódios mais brandos  ou mesmo nem voltar, mas o tratamento consegue eliminar todo o problema.

Mais dúvidas entre em contato comigo também pela fan page: Na casa do bicho – Isa Casline Veterinária.

Adoção responsável

Padrão
Sebastião. Abandonado no pet shop, já castrado, ainda filhote. Provavelmente adotado em feirinhas. Agora finalmente está sendo cuidado e amado!

Sebastião. Abandonado no pet shop, já castrado, ainda filhote. Provavelmente adotado em feirinhas. Agora finalmente está sendo cuidado e amado!

Hoje quero falar um pouco sobre a adoção de animais, já que hoje em dia temos tantas feiras de adoção e gente engajada na proteção animal, tentando arrumar um lar novo para os resgatados de rua ou maus tratos. Ocorre que nem toda adoção termina como queremos, com o animal finalmente podendo receber o amor e atenção que merece. Muita gente, ainda vai na feirinha, adota sem ter a devida noção do que é cuidar de um bicho e mais pra frente, chega a devolver o bicho à entidade aonde ele estava, ou pior, abandona na rua, em pet shops e clínicas veterinárias. Esse animal que já sofreu muito anteriormente, está lá de novo, sendo descartado uma segunda vez.

A adoção responsável significa que a pessoa candidata a levar um bichinho pra casa, saiba exatamente quais as implicações disso. Saiba que um filhote , por exemplo, tem a sua fase de destruir coisas, de bagunçar, de ter que ser ensinado sobre aonde deve fazer as suas necessidades, de que pode latir,miar, de não ser deixado sozinho muito tempo. Um animal adulto também já terá as suas particularidades, como gostar ou não de outros animais, e também terá que ser ensinado sobre seu banheiro, se acostumar com a rotina da casa. O adotante terá que saber que deve-se vacinar e vermifugar anualmente. Que poderá ter gastos com veterinário se for preciso. Que terá gastos com alimentação e até se ele resolver viajar e não ter com quem deixar o animal. Tudo isso se chama RESPONSABILIDADE.

Por isso, se você só quer adotar porque acha cool, ou está na moda, não faça isso. Dê a chance desse bichinho ter uma casa e donos que realmente estarão dispostos a cuidar dele como deve ser feito. Se você não tem paciência, não quer ver pêlos na sua casa, ou se incomoda com um barulho que seja, não adote também. Bichos não são feitos de pelúcia e  não importa se eles são de raça ou não. Todos precisam comer, brincar, ter atenção, alguns latem mais, outros menos. Alguns são adequados para espaços menores e outros precisam de lugares maiores para serem saudáveis física e mentalmente.

Por isso, pesquise antes. Veja o animal que mais se enquadra no seu perfil. Não seja impulsivo, porque se trata de um VIDA. E deve ser respeitada e amada.E se você descobrir que nenhum animal no momento se encaixa no seu estilo de vida, ok! Não é nenhuma vergonha. Talvez um outro momento seja mais propício. Talvez não. Vergonha mesmo é você adotar e depois ter a covardia de abandonar novamente. Pense bem!

Para maiores dúvidas , entre em contato aqui ou pela fan page Isa Casline Veterinária