O uso de anticoncepcionais em cães e gatos

Padrão
Tomzinha se recuperando muito bem após castração. Seu útero estava tomado de pus, devido ao uso de anticoncepconal para gatas.

Tomzinha se recuperando muito bem após castração. Seu útero estava tomado de pus, devido ao uso de anticoncepconal para gatas.

Resolvi escrever sobre esse assunto essa semana porque chegou a mim , na semana passada, uma cirurgia de castração de uma gatinha, que fui buscar no local onde ela vive e trouxe até a clínica para ser feito o procedimento. Essa gatinha vive pelos telhados de uma cliente minha, mas não é de propriedade dela. Ela me relatou ser de uns vizinhos, que deixam os gatos todos soltos e sem castrar, mas por essa frequentar sempre a casa dela e estar no cio, cruzando com outros gatos que vivem nas ruas, essa minha cliente resolveu então custear a castração, penalizada com a gatinha.

Durante a cirurgia , percebi o útero extremamente aumentado de tamanho , contendo pus em seu interior, ou seja, a gatinha estava com uma séria infecção uterina, que poderia ainda comprometer o sucesso do procedimento, já que ela corria o risco dessa infecção se espalhar, mesmo sendo feita a retirada do útero. E o q eu desconfiava me foi dito depois. Minha cliente disse que sabia que eles davam sempre anticoncepcionais nas gatas deles, já que é de baixo custo e eles não estavam dispostos a castrar os animais.Essa gatinha já tinha sofrido um aborto antes, provavelmente causado pelo uso também do anticoncepcional.

O anticoncepcional é vendido a baixo custos em lojas de ração, pet shops e agropecuárias e ainda sem prescrição médica. Ele acaba suprimindo a fase do cio, mas muita gente acaba aplicando com o animal no cio, ou mesmo já prenhe, fazendo com que ocorra morte fetal e posterior infecção. Existe um tempo certo de aplicação, mas já se sabe que mesmo sendo aplicado no período correto, o anticoncepcional é o maior responsável pelo aparecimento de tumores de mama e piometras em cães e gatas( como nessa descrita no caso clínico). Hoje em dia, não há mais razões para se usar anticoncepcionais, já que o próprio centro de controle de zoonoses daqui de São Paulo, faz o procedimento gratuitamente em clínicas credenciadas, além de outros locais fazerem também campanhas de castração a baixo ou nenhum custo. A castração é a melhor forma de se evitar a gravidez indesejada no seu bichinho, além de prevenir o aparecimento de tumores de mama.

A Tomzinha, gatinha que castrei, passa bem! Mas o final dessa história poderia ter sido outra, já que em gatos é mais difícil de percebermos sinal de infecção uterina. Sorte dela que teve a boa vontade e carinho da minha cliente, que sempre prezou pela castração dos animais e nunca quis saber de usar anticoncepcionais nos seus animais.

Dúvidas?? Me escreva aqui no blog ou na fan page Isa Casline Veterinária.

Toxoplasmose e as mulheres grávidas

Padrão
IMG-20140905-WA0016

Pandora, 2 anos, proprietário: André Carvalho. Não tem cara de quem faz algum mal à alguém ne?

Recebo muitas mulheres com dúvidas sobre esse importante tema. Dúvidas não somente, como também com muitos medos. Muitas já querendo doar o pobre do gato porque ouviram da vizinha, da tia ou de qualquer conhecido que o gato faz muito mal a uma mulher grávida e que ela pode abortar. Primeiro vamos explicar resumidamente o que é a toxoplasmose: É uma doença infecciosa , causada pelo protozoário toxoplasma gondii, que sim,  acarreta sérios danos a gestação e pode causar abortos, como nascimento de fetos mal formados. O gato e outros felinos são os hospedeiros definitivos e eliminam os oocistos( ovos) do protozoário através das fezes. Eles adquirem esses cistos ingerindo pássaros ou ratos. E então começam a eliminar esses oocistos ( prestem bem atenção nessa parte!) por um período de até 15 dias,sendo que provavelmente esta será a ÚNICA vez que o gato irá eliminar esses oocistos durante sua vida. Esses oocistos então no ambiente , levam de um a cinco dias para se tornarem infectantes. A transmissão ocorre pela ingestão de alimentos infectados por esses oocistos, como verduras mal lavadas e carnes mal passadas, lembrando que o gato faz o cocô na terra o que pode infectar hortas e animais de consumo que consumam essas verduras, como porcos e carneiros. Isso quer dizer que a simples presença do gato na sua casa nao fará com que vc se infecte com a doença. Primeiro porque você precisaria ingerir esses oocistos através das fezes do seu gato, o que é bem improvável né?Resumindo, você precisaria ingerir o cocô do gato( hein??) E segundo porque mesmo que seu gato tenha tido contato com a doença ele eliminou ou eliminará esses oocistos uma vez na vida dele! E segundo toda a literatura veterinária , a forma mais fácil de alguém se contaminar com o toxoplasma não é tendo gatos e sim ingerindo carne mal passada. Só pelo simples fato de se limpar a caixinha de areia do gato uma vez ao dia, já torna o risco de contaminação muito baixo, uma vez que o oocisto demora de um a cinco dias para se tornar infectante, no ambiente. E outras coisa importante citada na literatura, é que dados indicam que mais da metade da população do mundo tem anticorpos específicos contra a doença, o que significa que essas pessoas já estiveram infectados pela doença, mas não desenvolveram os sintomas. Então, o conselho para as gestantes é de que deixem para outra pessoa limpar a caixinha de areia do seu bichano e principalmente, evitem comer carnes mal passadas e cuidado com verduras também! Tá vendo, não precisa se desfazer do seu bichinho não!!  E cuidado com os terrorismos sobre esse assunto por aí. Na dúvida, sempre consulte um médico veterinário.
Precisando de alguma orientação, deixe um recado pra mim aqui Isa Casline Veterinária