Micoplasmose( antiga hemobartonelose)

Padrão

gato

No post passado, falei sobre as hemoparasitoses que podem acometer os cães. Mas muita gente não sabe é que os gatos podem desenvolver também um tipo de doença trazida pelo carrapato e também por pulgas ou piolhos. Há ainda a transmissaõ transplacentária , quando a gatinha infectada transmite a bactéria aos seus filhotes.

Esta doença se chama micoplasmose. Ela pode ainda estar no animal de forma assintomática, aparecendo apenas quando o animal tem uma queda no seu sistema imunológico, devido a estresse ou outras doenças debilitantes.

Os sintomas incluem apatia, anemia, aumento do baço, febre e emagrecimento progressivo, entre outros.

O diagnóstico se dá através de exames de sangue e também pelo histórico de infestação por pulgas ou carrapatos.

Nos animais assintomáticos,ou com sintomas brandos a doença tende a ser auto limitante, sendo que o organismo reage e elimina a infecção, porém nos casos mais sérios, deve- se utilizar antibióticos , complexos vitamínicos e hidratação do animal através de fluidoterapia.  Evitar sempre que o gato passe por situações de estresse.

Os animais tratados se recuperam da doença, mas se tornam portadores dela pelo resto da vida, e qualquer situação que deixa o sistema imunológico mais debilitado, pode fazer com que a doença retorne.

Qualquer mudançã no comportamento do felino, consulte sempre o veterinário. Dúvidas? Deixe seu recado aqui  ou na fan page Isa Casline Veterinária

Nero e Maria

Padrão

Nero e Maria brincando..

( acessem o vídeo no link acima)

Esse post é só pra mostrar um pouco de alguns dos meus pacientes e contar a historinha deles resumidamente.

O gato preto é o Nero e a rajadinha é a Maria. Eles pertencem à Izilda, a Ju e ao Airton que ainda tem o Nino( gato) e mais dois cachorrinhos. Era fim de janeiro de 2008 quando a Ju abriu a janela do quarto dela e lá estava o Nero,sem família, pequeno mas logo foi recolhido por essa família que já fez tanto pelos animais, os deles, os dos outros e os abandonados que eles ajudaram a resgatar.

A Maria estava ,pequenina também ,abandonada numa casa perto da casa deles, junto com a irmãzinha, no final do ano passado. Não se sabe se a família se mudou e as deixou lá sozinhas ou se as colocaram lá depois. O fato é que tiveram até que pular o portão da casa que não tinha ninguém, e ainda as gatinhas estavam super assustadas e famintas, mas no fim foram todos pra casa da Izilda.

Infelizmente, quem trabalha e ajuda os animais sabe que a maioria deles não tem um final feliz assim, por isso falamos tanto em castração, em posse responsável, mas a verdade é que a situação ideal para eles está ainda muito longe de acontecer.

Bom, mas se você deseja que seu amigo felino ou canino ou até os dois apareçam por aqui , me mandem fotos , vídeos , que eu adorarei contar a história de cada um deles. Se tiverem dúvidas, podem me deixar uma mensagem aqui no blog ou até aqui Isa Casline Veterinária.