Cuidados com seu peludo no verão!

Padrão
Bethoven preparado para o verão!

Bethoven preparado para o verão!

E o calor, enfim, chegou ( para quem gosta, como eu, ótimo)! Mas muita gente sofre bastante nessa época, com mal estar , entre outros males. Agora imagina como sofre seu cão, principalmente os bem peludos, principalmente por não terem um mecanismo de transpiração como nós!

Sim, cães nao tem sudorese; o que eles fazem pra dissipar o calor é ficar ofegante, então para ajudar, temos que tomar algumas medidas e evitar muitas outras.

Deixe sempre água limpa e fresca. No verão é bom sempre aumentar o número de vasilhas, já que eles consomem mais água e alguns cães tendem a se molhar jogando água com as patas. Cuidado com água gelada! Eles podem acabar resfriados.( Colocar alguns cubinhos de gelo é uma boa para resfriar e não gelar a água)

Não passear nos horários de alta temperatura. Extremamente importante , principalmente porque o chão estará pelando nessa hora e ele com certeza terá queimaduras nas patas, além de correr o risco de sofrer uma hipertermia. Passeie no começo da manhã ou começo da noite.

Cuidado com ar condicionado diretamente ligado na cara do bicho ou mesmo ventiladores . Eles podem ser usados com moderação, principalmente para cães de clima frio, como Husky Siberianos, Akitas, São Bernardos, Chow Chow, etcs.

Temperatura dentro do carro. Nem preciso falar que se for viajar com seu cão, prefira horários de menos sol, leve água e faça paradas em lugares com sombra para ele andar um pouco. Mesmo que o carro possua ar condicionado. Em hipótese alguma deixe seu cão esperando dentro do carro fechado, enquanto você vai na esquina, que seja. Isso pode provocar a morte deles por hipertermia.

Cães peludos. Prefira deixar o pelo mais baixo, ou até inteiro tosado. Seu cão agradecerá.

Pulgas e carrapatos costumam aumentar no verão. Procure então manter o antipulgas mensalmente, os banhos semanais ou quinzenais, principalmente para os alérgicos que sofrem mais também com as temperaturas altas.

Dúvidas? Entre em contato através do blog ou pela fan page Isa Casline Veterinária.

Viajando com seu peludo….de carro!

Padrão

Este é mais um post da série “posts de final de ano”.

Anteriormente eu falei sobre hotelzinho para animais, uma opção bem procurada para quem vai viajar e deixar seu animal sendo cuidado por pessoas responsáveis. Mas, tem aquelas pessoas que podem e não abrem mão de levar seu peludo junto nas viagens.

Hoje em dia já existem alguns hotéis que aceitam animais, para nossa alegria. E também pessoas que levam os companheiros tanto  para casas na praia, chácaras e etcs. E como proceder nesse caso? Algum cuidado especial?

Bom, primeiro deve se pensar na segurança deles. O certo é você tratar de levá-lo dentro de uma caixa de transporte, que tenha um espaço mínimo para ele ficar confortável e nunca solto no carro , pois isso pode claramente comprometer a segurança de todo mundo que está dentro do veículo, caso o animal se assuste por algum motivo e chegue a atrapalhar o motorista. Vende-se também em pet shops um cinto de segurança para cachorros , que você pode acoplar no cinto de segurança no carro e desta forma ele ficará seguro e protegido no banco de trás (indicado para cães de grande porte). Para gatos, o recomendável é mesmo a caixa de transporte. Fora que é proibido viajar com animais sem estarem sendo transportados adequadamente; você pode ser parado pelo policial rodoviário e isso gerará multa e pontos na carteira. O animal deve estar sempre viajando com a carteira de vacinação em dia, assim como com a vermifugação em ordem.

Lembrando que quem leva cachorros pra praia deve protegê-los contra o verme do coração que é transmitido por um mosquito litorâneo. Você também encontra esses produtos em lojas veterinárias.

Procurar nunca viajar com o animal em altas temperaturas do dia, para não ocorrer perigo de  hipertermia. Levar sempre água para oferecer durante o caminho, e fazer paradas para que o animal possa se exercitar um pouco. Existem ainda animais que sentem muitos enjôos andando de carro, e eu recomendo alguns medicamentos para que eles não sofram esse desconforto durante o percurso, mas o correto é não oferecer comida nem na hora, nem durante a viagem. Há ainda alguns calmantes fitoterápicos para os mais estressados ou ansiosos e devem ser dados dias antes da viagem.

bolsa-caixa-transporte-passeio-tam-p-ces-gatos-coelhos-14184-MLB214082554_2323-F bigPhoto_0 gulliver_1_900

Para dúvidas sobre medicamentos a serem levados ou usados durante a viagem, consulte seu veterinário.

Se tiver dúvidas, entre em contato comigo pela minha fan page Isa Casline Veterinária