Artrite em cães

Padrão
Imagem: Animal: Vida. Fonte: Pet Acus Acupuntura.

Imagem: Animal: Vida. Fonte: Pet Acus Acupuntura.

No frio, além de outras patologias já citadas no blog, temos também essa, que é muito comum em cães com idade já mais avançada. Ela  pode ocorrer em qualquer época do ano, mas é no inverno que a manifestação de dor é mais intensa, geralmente.

Ocorre uma inflamação de uma ou mais articulações , nas regiões de quadril, patelas e até escápulas. O animal começa a sentir dor ao se levantar, subir escadas ou móveis e até no caminhar. Pode ocorrer um inchaço local e febre. Animais obesos podem ser mais acometidos devido ao excesso de peso que as articulações suportam por anos, acarretando assim um maior desgaste, mas a artrite pode ocorrer também em animais já geneticamente predispostos, como cães de grande ou médio porte, ao se tornarem mais idosos.

As articulações se desgastam naturalmente com o tempo, sendo um processo progressivo, por isso importante identificar o quanto antes para que se diminua o progresso da doença.

O diagnóstico é feito basicamente através do exame de raio-x.

Para diminuir as dores e inchaços, existem no mercado antiinflamatórios e analgésicos específicos para esse problema , assim como regeneradores articulares que agem contendo a progressão da artrite. Esses últimos podem e devem ser dados por tempo indeterminado, diminuindo muito as crises agudas de dores nas épocas mais frias. Hoje em dia, também contamos com a prática da acupuntura, que melhora muito os sintomas da doença, sendo altamente recomendada nesses casos, inclusive como tratamento complementar ao tratamento tradicional.

Portanto, assim que perceber que seu cachorro, que já apresenta mais idade, estiver mancando, com dificuldades para se levantar, não demore em procurar o médico veterinário, que saberá dar uma qualidade de vida muito melhor para o seu animal.

Dúvidas? Escreva aqui no blog ou na fan page Isa Casline Veterinária.

Como tratar a pseudociese ( gravidez psicológica)?

Padrão
Foto: Dreamstime

Foto: Dreamstime

A gravidez psicológica é uma síndrome muito comum e que vários proprietários chegam relatando ao consultório. De repente, a cachorrinha ou gatinha, apesar de ser mais comum em cadelas, começa a esconder bichinhos, ter um comportamento mais arredio, podendo apresentar febre, inapetência e comumente produção de leite em algumas mamas.

Esse comportamento aparece geralmente logo após o cio, e está ligada ao hormônio progesterona. Mesmo animais que já tiveram crias podem apresentar a pseudociese. O maior cuidado é com a produção de leite, que não sendo cessada , pode acarretar uma inflamação muito dolorida na mama.

Alguns medicamentos veterinários cessam a produção de leite, assim como medicamentos homeopáticos( dos quais faço bastante uso) diminuem efetivamente esse comportamento.

Há alguns estudos que relacionam a pseudociese com o aparecimento de tumores de mama e piometra( infecção no útero), já que são todas patologias ligadas aos hormônios reprodutores, por isso, nesses casos, recomendamos castrar o quanto antes o animal,porque mesmo que ela já tenha apresentado a gravidez psicológica, com  certeza terá muitos outros episódios e só com a castração conseguimos a cura efetiva.

Portanto, se a sua peludinha, apresentar esses sintomas e comportamentos, procure logo o médico veterinário, para que ele possa lhe orientar quanto ao melhor procedimento à tomar.

Para dúvidas, entre em contato comigo aqui no blog ou na fan page Isa Casline Veterinária